quinta-feira, 14 de fevereiro de 2008

44

A minha mesinha de cabeceira é simples. Tem os meus livros empilhados de forma desalinhada. Tem um porta-retratos vermelho vivo com a minha foto a preto e branco. Tem a minha caneta e o meu caderno preto que andam sempre comigo. Tem um palhaço de porcelana que os meus pais me trouxeram de uma qualquer viagem. Tem um mealheiro em forma de vaca que me foi oferecido no Natal e ao qual nunca dei uso. Eu disse que era simples a minha mesinha de cabeceira? Nunca gostei daquela foto a preto e branco... gosto mais dela a cores, mas nunca a consegui mudar. Tenho também o meu amuleto que me acompanha há mais de 15 anos...

Ela:"Aceitas o desafio?"
Ele:"..."

6 comentários:

eremita disse...

A tua mesinha parece-me bastante simpática :)

libelinha disse...

a tua mesinha de cabeceira é quase uma companheira ;)...

Jasmim disse...

A minha mesinha de cabeceira tem livros, muitos uma moldura que ficou vazia e um porquinho mealheiro que me deu a minha amiga marrã...
O jasmim reabriu, afinal era uma falência fraudulenta...

NeoProfeta disse...

a minha mesinha cabeceira é bem diferente, a única coisa de real que tem é um telemovel para me lembrar que este mundo ainda existe! de resto é preenchido por um calhamaço de sonhos acumulados que vão ganhando pó, fios de ansiedade e um bloco de vontades e razões para ter ou não que me levantar pela manhã...

Rui Caetano disse...

As mesinhas de cabeceiro têm um tque sempre pessoal e podem definir muito do ser da pessoa.

Vekiki disse...

Gostei tanto deste blog e deste post :-)
Vou voltar...